O Yoga no dia a dia para reduzir a ansiedade

Recomendado por profissionais, ele pode contribuir de diversas formas para a saúde


Por: Gislene Ana Barbosa


Já pensou em inserir o yoga na rua rotina para diminuir a ansiedade que insiste em aparecer? Se ainda não, comece a avaliar essa ideia!


Ele tem vários benefícios, um deles é auxiliar para que a ansiedade diminua. Só quem passa por isso sabe como é a pressão de ser e estar ansioso, principalmente neste momento de isolamento social.


Por conta da pandemia, mais de 80% dos brasileiros se sentiram mais ansiosos de acordo com a pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Onde 67,7% dos entrevistados manifestaram sintomas moderados a graves de ansiedade e depressão.


Estar em casa o tempo todo, ou ser obrigado a sair para trabalhar, pode acabar causando ainda mais danos para a mente. Ademais, o excesso de medo, preocupação, angústia, cansaço e tristeza são tão prejudiciais que acabam afetando na produção das tarefas diárias.


Começar algo novo, testar posições, conhecer o seu próprio corpo, se desafiar e fazer isso pela sua saúde, sem dúvidas vai fazer você se sentir melhor!


Pessoas com transtornos de ansiedade em geral (pânico, ansiedade generalizada, ansiedade social), transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), estresse pós-traumático (TEPT), depressão e dor crônica podem ser tratadas com o auxílio da prática.



Leia também:




A psiquiatra Alice Xavier, que também é mestre em ciências da saúde, terapeuta cognitivo comportamental e pesquisadora do grupo de transtornos de ansiedade do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, afirma que o yoga pode beneficiar em vários aspectos.


“O yoga auxilia tanto através do alongamento e relaxamento muscular, quanto por seu efeito de foco no momento presente e treinamento atencional.”

Além disso, ela explica como os exercícios auxiliam na melhora de quem possui algum transtorno mental.


“Um outro mecanismo é através dos pranayamas, em especial a respiração diafragmática e outras técnicas de relaxamento. Além dos efeitos fisiológicos da respiração, a concentração na respiração também tira o foco da ansiedade".

Por fim, a médica psiquiatra enfatiza a importância da meditação.


“As técnicas meditativas do yoga também trabalham o foco no agora (tirando o futuro excessivo da ansiedade e o passado da depressão).”




Já a psicóloga clínica Anna Beatriz Ribeiro, aprofunda a respeito de como a prática pode auxiliar na saúde mental.


“Por unir diversas técnicas em um único recurso, o yoga pode proporcionar o desenvolvimento físico associado aos exercícios respiratórios, relaxamento e práticas meditativas, estes fatores podem ter efeitos na redução da ansiedade. Justamente por ser essa via que trabalha a saúde e o bem-estar de forma ampla e integrada. Além disso, o yoga tem vantagens por se caracterizar como uma intervenção com baixo custo e por apresentar raros ou poucos efeitos adversos. Há ainda, casos em que a própria prática tem significado e relevância na trama de sentidos tecidas pelo paciente, tornando-a uma fonte de possibilidade de apoio à psicoterapia ainda mais sólida e eficiente.”


O yoga presente na sua vida


Para inserir a prática na sua rotina, não precisa de muito, basta colocar uma roupa agradável, reservar um tempo para cuidar de você e fazer a aula! Em tempos de pandemia, o yoga online pode ser um ótimo aliado para tornar os períodos em quarentena menos solitários.


Os exercícios podem ser realizados com o que se tem em casa, não necessariamente será preciso um tapete, blocos, almofadas e cintos. Tudo é adaptável com aquilo que você tem no seu próprio ambiente.


Outro engano, é acreditar que para praticar yoga se faz obrigatório o uso de roupas fitness da última moda, mas, na verdade, a melhor roupa é aquela que te faz sentir bem com o seu próprio corpo e confortável para realizar as posições.



Leia também:






Busque atendimento profissional se for necessário


Vale lembrar que em alguns casos, a psicoterapia precisa estar em conjunto, como recomenda a psicóloga Anna Beatriz Ribeiro, que ressalta os benefícios da prática.


“Apesar de não ser substituta da psicoterapia e do acompanhamento psiquiátrico, o yoga foi considerado pelo Ministério da Saúde (portaria n.º 849, de março de 2017) como Prática Integrativa e Complementar para promoção da saúde. Segundo a mesma portaria: a prática de yoga melhora a qualidade de vida, reduz o estresse, diminui a frequência cardíaca e a pressão arterial, alivia a ansiedade, depressão e insônia, melhora a aptidão física, força e flexibilidade geral.”

O yoga também pode ser complementado com alguns hábitos diários que ajudam na rotina de um ansioso, como explica a psicóloga.


“No mais, além dos exercícios físicos, o dia a dia de quem se sente ansioso pode ser facilitado por passos aparentemente simples, mas que podem ter efeitos relevantes, como por exemplo, pela atenção e observação a si mesmo e ao próprio sentir (a escrita livre pode ser um excelente recurso para tal tarefa), ao cuidado na exposição a estímulos ansiogênicos (como redes sociais, excesso de telas, luzes e sons altos próximo à hora de dormir) e a cautela em relação ao consumo de alimentos estimulantes (café, bebidas e alimentos energéticos).”




5 asanas que amenizam a ansiedade



Postura da criança


Também conhecida como Balasana, ela traz relaxamento para as costas, para os ombros e também para o pescoço. Ela permite que se tenha mais controle sobre a respiração, acalmando o sistema nervoso e aliviando o estresse.


Postura da cobra


A Bhujangasana fortalece a coluna vertebral, colabora para diminuir o estresse através do aumento da autoconfiança e do humor. Também contribui na melhora da qualidade respiratória porque durante a postura expande-se o tórax.


Postura do cachorro olhando para baixo


Nomeada também de Adhomukha Svanasana, é uma posição que contrai o abdômen, alongando os músculos da perna e toda a extensão da coluna. Promove também maior flexibilidade nas articulações e estimula a circulação do sangue, tornando a mente mais calma.


Postura da ponte


Ela recebe o nome de Urdhva Dhanurasana, e pode minimizar a ansiedade, as dores nas costas, dor de cabeça, fadiga e insônia. Além de aliviar dores na coluna, cólicas menstruais e problemas intestinais, auxilia a acalmar o cérebro e reduz o estresse.


Postura do cadáver


A Savasana traz um momento relaxante, onde é necessário ficar deitado com a barriga para cima por alguns minutos. Desta forma, alivia o estresse e a ansiedade, porque num momento de pausa desacelera a respiração e ajuda a baixar a pressão sanguínea.



[]


77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo