Racismo: a conveniência moral de um crime

Documentário aborda origens da segregação racial nos EUA, e sua relação com criminalidade e manutenção do status quo na sociedade americana.


Por Redação @entreasanas



É natural manifestar insatisfação contra atos de discriminação de qualquer gênero e grau. E todos têm o direito genuíno de opinar e se posicionar, ainda mais em tempos de hiper-liberdade de expressão.


"Sem dados você é apenas mais uma pessoa com uma opinião" (Edwards Deming)

Mas tão importante quando o direito a livre expressão, é a responsabilidade moral sobre aquilo que é sustentado ou apoiado. E diante de tanta informação, e desinformação, é fundamental que tenhamos uma perspectiva mais ampla sobre certos assuntos, de modo a não sermos pegos fazendo exatamente aquilo que mais abominamos.

(Google Play Filmes/Divulgação)



13th é um documentário estadunidense de 2016 dirigido por Ava DuVernay e escrito por DuVernay e Spencer Averick, que aborda aspectos históricos fundamentais sobre a problemática étnica nos EUA.


O título é uma referência à décima terceira alteração na Constituição dos Estados Unidos, que é apresentada como a principal estratégia do establishment (corporações e políticos), enraizado na sociedade americana, para manter o trabalho forçado (análogo a escravidão) a partir do sistema de encarceramento em massa, principalmente de afrodescendentes.


A produção conta com cenas e depoimentos de ativistas históricos e da nova geração, e é uma excelente opção para se informar e ampliar seu entendimento sobre todos os fatores implicados no racismo, desde a violência física e moral, até simples atos (comprar um bem ou serviço, por exemplo) que ajudam a manter e sustentar o modelo em funcionamento.



Veja mais no Google Play: https://play.google.com/store/movies/details/13th?id=879015DD14B17CE6MV



[]

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo