Duas paixões unidas em busca do bem-estar

O Yoga e o Jornalismo com a mesma função: trazer qualidade de vida para as pessoas. Essa é a missão da Revista “Entre Asanas”, da Escola Riserva Zen


Por Ana Karina Talarico


Você sabe o que significa Asanas? O nome deve soar familiar para quem pratica Yoga, mas se você ainda não aderiu a essa filosofia milenar, a gente te ajuda nessa resposta. Asanas são as posturas do Yoga. O termo refere-se ao assentamento necessário para a prática meditativa. E esse foi o nome escolhido para dar vida à uma revista virtual criada pelo espaço Riserva Zen Yoga Life, do Rio de Janeiro: ‘Revista Entre Asanas’.


“Hoje em dia o Yoga está muito associado aos exercícios posturais, então a ideia do nome "Entre Asanas" tem a ver com o Yoga fora do tapetinho, da prática além dos exercícios físicos e de respiração, trazendo um olhar diverso sobre as diferentes formas de praticar e vivenciar o Yoga no dia a dia”, explica a diretora geral, Luciana Cavaliere.

Idealizadora da revista digital, ela planejou, desenvolveu e executou o projeto em parceria com o diretor do curso Singular Yoga, Tiago Peixoto. Segundo Luciana, a revista é especializada em Yoga e bem-estar, com foco em ciência, sociedade e comportamento.


“Lançamos o projeto assim que ocorreu o advento da pandemia, quando aproveitamos para antecipar nosso evento social anual, a Semana Zen, onde transmitimos atividades online e lives durante seis semanas consecutivas, e, é claro, inovar no setor com um serviço de informação de qualidade sobre Yoga”, conta.




A diretora-geral salienta que a linha editorial tem por objetivo apresentar a diversidade de contextos e situações em que o Yoga está presente no dia a dia, fugindo, um pouco, do senso comum e padrão, às vezes, quadrado, do setor, e sempre primando pela qualidade da redação e experiência do leitor.


“O objetivo é explorar todo tema que potencialmente se relaciona com o Yoga, de forma direta ou indireta fazendo referência aos ensinamentos dessa ciência milenar. Trazer informações relevantes sobre aspectos científicos, sociais e comportamentais do ser humano para que as pessoas se identifiquem, de alguma forma, com o Yoga”, explica.




De acordo com Luciana, a missão da revista é informar e entregar conteúdo confiável e de qualidade aos usuários da rede, com assuntos que impactam a saúde das pessoas, com dados atualizados e diferentes pontos de vista. Além disso, oferecer a oportunidade de divulgar reportagens escritas por profissionais de vários Estados do Brasil.


E falando em quem faz tudo isso virar realidade, o time de jornalistas é formado só por mulheres. Essa foi mais uma ideia inovadora da jornalista e empreendedora Luciana, que já tinha vontade de "reativar" sua atuação como jornalista, agora como diretora de uma das principais escolas de Yoga do Brasil, uniu as duas paixões.


"Como nas duas profissões, jornalistas e instrutores de Yoga, as mulheres têm uma presença muito expressiva, decidi então que o núcleo de jornalismo da escola seria formado integralmente por mulheres jornalistas. E a rede continua crescendo. Hoje já são 27 jornalistas, de diferentes idades e cidades do país contribuindo e colaborando com o propósito de informar e servir. Mais uma missão cumprida. Agora é continuar caminhando e aumentando a rede de colaboradoras”, ressalta.

A seleção foi feita pela plataforma do LinkedIn convocando jornalistas para o Núcleo de Comunicação. “Foram feitos diversos contatos e houve uma seleção de acordo com os termos e condições das vagas, e, em menos de um mês, estava montada a redação da revista”, diz Luciana, que tem uma trajetória marcada pelo empreendedorismo. Durante 5 anos, a diretora geral da Revista Entre Asanas desenvolveu diversos projetos nessa área. Criou uma startup, foi membro da Associação de Comercial do Rio de Janeiro (Acerj), no Conselho de Jovens Empreeendedores, participou da banca examinadora da Shell Iniciativa Jovem, fez parte de grupos de mulheres empreendedoras no Brasil e aí começou sua jornada exclusiva para mulheres. Prestou assessoria de modelos de negócios para mulheres empreendedoras, e ali viu que precisava de muito trabalho para que as mulheres pudessem se destacar, havia desigualdade, assédio e discriminação. O suficiente para ela abraçar a causa. Até hoje ela ajuda mulheres com seus negócios e agora também com informação e bem-estar.





PROCESSO


As matérias e artigos são submetidos a uma revisão preliminar para identificar a estrutura do texto, aspectos técnicos e aderência com o ‘momentum’ da redação.


“Nessa triagem também apresentamos as críticas e sugestões de alteração para que as jornalistas façam as devidas adequações do material e após a aprovação, o texto é formatado e publicado. Como há jornalistas de todo o Brasil, o processo ocorre de forma digital, com comunicações pelo e-mail, whatsapp e redes sociais”, explica.

Depois de tudo feito, o produto final é liberado ao leitor, que encontra na Entre Asanas artigos e matérias originais; agenda de cursos, grupos de estudo e eventos da escola; glossário de termos e conceitos do Yoga; dicas de aplicativos, livros e filmes de Yoga; saúde e bem-estar; grade de aulas de Yoga online; serviços e soluções de Yoga para empresas. Além de entrevistas e reportagens com professores, alunos e colaboradores da escola.


Para Luciana, essa é uma grande conquista.


“Estou realizando um sonho em começar um meio de comunicação digital com linha editorial focada em Yoga e Bem-estar. Depois de muitos anos trabalhando com jornais e revistas impressos, vejo hoje muitas vantagens na comunicação digital, como poder reunir no Núcleo de Comunicação, jornalistas de vários lugares do Brasil e compartilhar em diversas mídias e redes sociais informações importantes sobre qualidade de vida. Dois sonhos se uniram: criar a Revista Entre Asanas e disseminar o Yoga pela Escola Riserva Zen Yoga Life”, finaliza.




Redação


Juliana Nascimento tem 27 anos e mora em Recife, Pernambuco. Desde abril desse ano, ela integra o time de mulheres que escreve para a Entre Asanas. A jovem achoa incrível esse trabalho, que é feito com compromisso, mas com liberdade do famoso “dead line”, que muitas vezes, na redação jornalística tira o tempo de algo mais elaborado e mais revisado.


Segundo ela, o projeto veio num momento em que estava mais no marketing do que no jornalismo, que é sua maior paixão.


“Colaborar com outras mulheres do Brasil é um sonho que a equipe da revista nos proporciona todos os meses. Claro, que as atividades nossas do dia a dia, cada um com seu horário e outros jobs, impede nos conectarmos todas ao mesmo tempo nas reuniões mensais, mas dá para conhecer e perceber o brilho nos olhos de cada uma e a felicidade em fazer parte de algo que está engatinhando, mas já é um projeto gigante."


Para ela, a Luciana, diretora da revista, é a chefe mais empática e positiva com a qual já trabalhou.


“Ela sempre nos apoia e dá incentivo e isso é massa para criação de qualquer trabalho, ainda mais o nosso, a escrita e escuta. Estou sempre empolgada e cada mês tem uma boa novidade e nós, jornalistas, adoramos uma né?”, completa.




Mônica Kikuti, de 42 anos, é jornalista e cronista, e também faz parte da equipe. Moradora de Guarulhos, está no processo desde o começo do projeto.


“A iniciativa da Revista online Entre Asanas é incrível, não só por incentivar a prática de meditação, do yoga e de atividades que promovam bem-estar, mas pela preocupação editorial em temas que fomentem a reflexão e também o autoconhecimento. Tem todo um cuidado: não é só trazer informação, mas agregar valor, sabe?”, explica.

Mônica acredita que a tecnologia ajuda muito a vencer desafios e, nesse quesito, propiciou à revista ter uma redação feminina com profissionais