Constelação Sistêmica. A vida que flui através do amor

A Constelação Sistêmica pode ser uma excelente ferramenta para harmonizar relacionamentos familiares, afetivos que traz diversos benefícios para o corpo, mente e alma.


Por Aline Juruena @alinejuruenademattos


O Psicoterapeuta alemão Bert Hellinger nascido em 1925 desenvolveu, depois de anos de pesquisas e experimentações, uma abordagem da Psicoterapia Sistêmica Fenomenológica chamada Constelação Sistêmica, com o objetivo de encontrar soluções para doenças, problemas psicológicos, emocionais e conflitos de diversas naturezas.


A Constelação visa, de forma prática, dissolver "emaranhamentos" - conflitos e/ou doenças que se repetem por gerações impedindo o fluxo livre de amor entre os membros de um sistema – seja ele empresarial, organizacional ou familiar.

Constelação Familiar

Herdamos dos nossas ancestrais as características físicas, algum talento ou doença. Tudo isso está  no nosso código genético mas segundo Hellinger podemos  herdar também padrões comportamentais e até repetir o destino dos nossos antepassados.


Isso acontece por uma lealdade inconsciente e tem o objetivo de incluir no sistema algum ancestral que foi excluído por situações traumáticas - doença, morte precoce, assassinato, calúnia, guerra, escravidão...


Durante o processo da Constelação, através de frases de cura, o ancestral excluído é visto, aceito, honrado, colocado no coração. Ele agora pode pertencer de uma forma diferente da dor, pelo amor. 

O ‘pertencimento’ é uma das ordens do amor mapeadas por Hellinger. As outras são a hierarquia -  estabelecida pelas ordens de chegada – além do equilíbrio entre o ‘dar’ e ‘receber’. Bert explica que nossa alma clama por tais leis e quando elas não são respeitadas adquirimos muitas vezes sintomas que nos impedem de ter uma vida com saúde plena, êxito em nossos objetivos, prosperidade, sucesso em nossos relacionamentos, dentre outros...


O trabalho é feito com um grupo de pessoas ou com bonecos que representam os membros de uma família. Através de uma dinâmica aplicada, onde é possível ter acesso às informações ocultas do sistema familiar, os emaranhamentos inconscientes são dissolvidos e uma solução nova e libertadora pode aparecer.


Bert Hellinger dizia que mais de 50% dos nossos problemas são de origem sistêmica. Esse trabalho é, então, uma oportunidade de descobrirmos se estamos repetindo histórias que não são nossas para vivermos o nosso próprio destino.


As Constelações são muito mais do que um método: elas são uma nova postura e filosofia de vida.

A pessoa que entra em contato de forma profunda com a obra de Hellinger, se transforma e adquire um olhar mais leve, alegre, confiante, resiliente e grato perante a vida.  Esta abordagem terapêutica nos faz entender  que a vida é um milagre, o maior presente de todos e que nunca é tarde para  ter uma vida plena e feliz.



[]


Aline Juruena de Mattos é jornalista e Terapeuta Sistemática

Contato para atendimento grupo ou bonecos na água - Online / presencial (pós pandemia)

Insta @alinejuruenademattos

E-mail aljuruena@gmail.com

186 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo