6 dicas para você meditar e reduzir o nível de estresse

Durante a adversidade é possível manter a serenidade mental e tornar-se mais tolerante Por Redação Entre Asanas @entreasanas

O nível de estresse nessa situação tende a ser somatizado por questões que normalmente as pessoas conseguiriam relevar facilmente. E problema só tende a aumentar com a incerteza sobre quando isso tudo vai terminar.

Cuidar da saúde física e mental é fundamental no dia a dia das pessoas, ainda mais durante uma crise tão séria. Nesse momento é importante conseguir estabelecer uma disciplina diária para exercitar o corpo e a mente, e criar um estado de resiliência para enfrentar eventuais insatisfações nos relacionamentos familiares e no trabalho.


Então a redação do Entre Asanas separou 6 dicas para você colocar em prática. São técnicas simples que vão ajudar a controlar as movimentações mentais, e vão ajudar a manter a imunidade alta para enfrentar esse desafio.



Confira, também, algumas dicas para acalmar a mente durante o isolamento:


1. Respire corretamente: É importante saber respirar, reconhecendo cada etapa do ciclo (inspiração, retenção; expiração, retenção) e cada região do corpo onde ela acontece (diafragmática, peitoral, clavicular). Saber respirar significa controlar a bioenergia do corpo e o sistema nervoso. Então é fundamental respirar corretamente para acalmar os pensamentos e desenvolver a serenidade. 2. Mantenha-se fisicamente ativo: Nesse caso a mente pode ser o principal inimigo, principalmente durante uma situação inusitada e adversa. A disciplina é fundamental. O espectro de atividades está limitado, mas com um pouco de criatividade e muita força de vontade, é possível desenvolver diferentes rotinas de exercícios. Praticar Yoga é sempre a nossa dica padrão! Mas existem diversas formas de manter o corpo ativo, lembrando de respeitar os seus limites.

3. Estude: Em momentos de crise surgem, ou são criadas, as oportunidades. E hoje temos a Internet com acesso a diversas fontes confiáveis de pesquisas e livros para nos libertar de todo sofrimento (ignorância). Existem centenas de ofertas de cursos e workshops online. Sem falar nos terabytes de material técnico, documentos, artigos científicos e toda sorte de conteúdo especializado para você descobrir e desenvolver novas aptidões. Então, estude. 4. Pense na Vida: Filosofar não é, exatamente, um hábito para a maioria das pessoas. Pelo menos não oficialmente. Mas filosofar, ou questionar-se a respeito das coisas e do universo, é uma atividade muito revigorante e terapêutica. E como estamos todos isolados, talvez seja um bom momento para ficar só. Pois como disse o lendário cientista Nikola Tesla "Esteja sozinho, este é o segredo da invenção, estar sozinho, isto é quando as ideias nascem". 5. Seja Positivo: A física quântica um dia explicará os efeitos do pensamento positivo, de modo que não restará dúvidas de que somos capazes de criar ou destruir com o poder do pensamento e da fala. Então, mantenha as afirmações e atitudes positivas em seu dia a dia, e elimine toda e qualquer influência negativa, subtraindo certas palavras, e sendo diligente em suas ações. 6. Lembre-se do seu estado de felicidade: No Yoga, aprendemos que a libertação do ser humano o reconduz ao seu estado natural, a felicidade. Muitas vezes esquecemos das coisas que realmente nos trazem a sensação de satisfação mental. Então aproveite tudo isso para lembrar e reafirmar o que realmente te faz sentir feliz. É isso que realmente importa.



[] @entreasanas

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo